Não custa sonhar: como seria o Volkswagen Gol GTi do ano 2012

GTIO mercado brasileiro de automóveis segue batendo recordes de vendas nos últimos anos. Mas, ainda assim, há algo faltando: a variedade de esportivos. Na redação da Fullpower não faltam conversas saudosas sobre veículos que marcaram época: Ford Maverick 302 e Escort XR3, Dodge Dart e Charger R/T, Chevrolet Opala SS e Kadett GSi, Fiat Uno 1.4 Turbo… Modelos que inspiravam alta performance e eram muito desejados em suas respectivas épocas.

Mas eles se foram, e o quadro atual é desanimador. A única marca a oferecer veículos com uma pitada sincera de esportividade atualmente é a Fiat, com a linha T-Jet, disponível para Bravo, Punto e Linea. O Honda Civic Si abandonou nossa praça uma vez que, segundo a marca japonesa, o motor 2.4 i-VETC do novo modelo tornaria seu preço impraticável por conta do IPI brasileiro.

Diante dessa situação, decidimos dar formas atuais ao carro-símbolo dos esportivos nacionais, o Volkswagen Gol GTi. Nossa “versão” foi criada em softwares 3D pelo designer Rodrigo Chicon. A inspiração veio do primeiro modelo, apresentado para o público em 1988, e da mais do que real Saveiro Rocket

Para o sonho ficar ainda mais perfeito, este “pocket rocket” teria a motorização 2.0 TSI com câmbio DSG do Jetta, com 200 cavalos e 28,5 kgfm de torque! Ficaria um canhão capaz de incomodar muito esportivo de grande porte.

Outra possibilidade (para um Gol GTS, talvez?) seria utilizar o conjunto mecânico completo do Jetta 2.0 aspirado, com um escape esportivo de ronco encorpado e pelo menos 150 cavalos. Um conjunto de rodas aro 17″, parachoques e grade frontal com design agressivo, nova saída de escapamento e suspensão especial mudariam totalmente o estilo pacato do Gol original. No interior, seguindo a tradição, que tal um par de assentos do tipo concha da Recaro e um painel de instrumentos com nova tipologia e cores?

DÁ OU NÃO DÁ?
De acordo com Henrique Sampaio, gerente de Marketing e Produto da Volkswagen, uma série de fatores levou ao desaparecimento de esportivos no Brasil, inclusive Gol e Golf GTi.

“O Gol GTi que fez sucesso vivia uma outra época do mercado nacional. Não havia tanta oferta ou concorrentes no mercado. Na período, ele custava o mesmo que o Opala Diplomata, tamanha a sua exclusividade”, explica Sampaio. “Hoje temos muito mais concorrentes e o público brasileiro está migrando do segmento de esportivos e veículos compactos para os utilitários esportivos”.

Anúncios

Tags:, , , ,

Comentar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: